“Ainda não está preparada…” Adiamos a matrícula no 1.º ciclo?

“Ainda não está preparada…” Adiamos a matrícula no 1.º ciclo?

Adiar a matrícula no 1.º ciclo é uma possibilidade prevista na Lei [1, 2]. Contudo, quais as consequências desta opção? E serão as consequências iguais para todas as crianças? Será que mais um ano no jardim de infância faz a diferença? Teria mais tempo para amadurecer e para se preparar melhor para os desafios do… Continuar a ler

A educação de infância e os objetivos de desenvolvimento sustentável

A educação de infância e os objetivos de desenvolvimento sustentável

Este texto tem como objetivo discutir o lugar das crianças pequenas e, especificamente da Educação de Infância nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos em 2015 pelas Nações Unidas. Podemos pensar esta relação em dois eixos: como é que o investimento na educação de infância e no desenvolvimento e aprendizagem das crianças pequenas se traduz,… Continuar a ler

Queres brincar comigo? As interações entre pares com e sem incapacidade no jardim-de-infância

Queres brincar comigo? As interações entre pares com e sem incapacidade no jardim-de-infância

Frequentemente, os/as educadores/as ao apresentarem ou descreverem os comportamentos de algumas crianças com necessidades adicionais de suporte, referem: gosta de brincar sozinho/a, isola-se, gosta de passear pela sala e observar o que os/as colegas estão a fazer, vê-se que gosta de estar na sala, os/as colegas gostam muito dele/a, é muito bem aceite. Este texto… Continuar a ler

Uma sala que escolheria para o/a seu/sua filho/a

Uma sala que escolheria para o/a seu/sua filho/a

Quais são as características de uma sala que potencia a aprendizagem das crianças? Nesta mensagem, exploro cinco elementos de salas que respondem com sucesso às crianças com necessidades especiais de aprendizagem. Essas necessidades podem estar relacionadas com as suas capacidades intelectuais, com as suas capacidades físicas, com as suas experiências traumáticas… Independentemente de tudo, a… Continuar a ler

3 Passos para tirar o máximo proveito dos apoios previstos no Decreto-Lei n.º 54/2018

3 Passos para tirar o máximo proveito dos apoios previstos no Decreto-Lei n.º 54/2018

Na mensagem anterior sobre o Decreto-Lei n.º 54/2018 [1], baseando-nos em evidência sobre o desenvolvimento da criança [2, 3], afirmámos que o desenvolvimento e as aprendizagens não ocorrem em sessões de terapia, mas através da repetição constante e sistemática das competências que pretendemos desenvolver ou cimentar, em contextos e rotinas naturais e com os adultos… Continuar a ler

“O que é que a criança tem?” – 6 perguntas sobre o conceito de “Diagnóstico”

“O que é que a criança tem?” – 6 perguntas sobre o conceito de “Diagnóstico”

“Ainda não sabemos o que a criança tem…”, dizia-me uma educadora, há algum tempo, falando das dificuldades que estava a ter com uma criança que demonstrava problemas no seu comportamento. Aquela frase deixou-me a pensar. Obter informação sobre o que a criança “tem”, isto é, tentar saber qual o seu diagnóstico, traduz uma preocupação genuína… Continuar a ler

Sobre o Decreto-Lei n.º 54/2018 e a educação pré-escolar

Sobre o Decreto-Lei n.º 54/2018 e a educação pré-escolar

No dia 6 de julho saiu o Decreto-Lei nº 54/2018 [1], que estabelece o regime jurídico da educação inclusiva, substituindo o Decreto-Lei nº 3/2008 da educação especial. Que mudanças traz este novo decreto para a educação de infância e o que fundamenta estas mudanças? Foco, em seguida, duas alterações chave: o alargamento do universo de… Continuar a ler