Cecília Aguiar

Professora no ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, na área de Psicologia. Os principais interesses de investigação incluem a qualidade em contexto de creche e jardim de infância, a intervenção precoce na infância e o desenvolvimento social das crianças. Apaixonada por literatura infantil.

 

 

 

 

 

Margarida Fialho

Mestre em Psicologia Educacional, os principais interesses de investigação centram-se na qualidade da educação na primeira infância e no desenvolvimento social e emocional das crianças (em particular, as competências sociais, a aceitação social e a regulação emocional).

 

 

 

 

 

Nadine Correia

Psicóloga, trabalha desde 2007 em investigação. Interessada em direitos humanos e políticas públicas, fez mestrado em Política Social, e estagiou no Conselho da Europa e na Comissão Europeia. Integra, desde 2014, o Centro de Investigação Social do ISCTE-IUL, onde está a concluir doutoramento, centrado no direito de participação das crianças em contexto pré-escolar. Paralelamente, interessa-se por fotografia e ilustração infantil.

 

 

 

 

Tânia Boavida

Com um percurso de prática e investigação em Intervenção Precoce na Infância, pretende contribuir para implementação de práticas recomendadas e baseadas na evidencia. Tem como principal interesse o apoio aos profissionais no desenvolvimento de práticas de inclusão, centradas na família e na funcionalidade. É fisioterapeuta, psicóloga educacional e doutorada em psicologia pelo ISPA-IUL.

 

 

 

 

 

 


 

Marina Fuertes

Marina Fuertes é Professora Coordenadora da Escola Superior de Educação (Instituto Politécnico de Lisboa) e membro integrado do Centro de Psicologia da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP). É doutorada e mestre em Psicologia com pós-doutoramento em Harvard Medical School. Obteve vários financiamentos e prémios científicos tendo publicado diversos artigos – recentemente na Developmental Psychology.

 

 

 

 

 

 

Tiago Almeida

Licenciado, Mestre e Doutorado em Psicologia Educacional. Atualmente é Professor Adjunto na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa. Tem como interesses o brincar de crianças pequenas com e sem incapacidade e o estudo da genealogia das representações de criança e infância. Adora ler romances russos nos intervalos de longas pedaladas de BTT.

 

 

 

 

 


Carla Peixoto

Licenciada e doutorada em Psicologia pela Universidade do Porto, com especialidade em psicologia da educação pela Ordem dos Psicólogos Portugueses. Docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto e no Instituto Universitário da Maia. Tem como principais interesses de intervenção e de investigação as questões relacionadas com a literacia emergente, a aprendizagem socioemocional e a qualidade dos principais contextos de desenvolvimento dos indivíduos.

 

 

 

 

 

 

 

Manuela Pessanha

Doutorada em Psicologia pela Universidade do Porto, em 2006, com a tese “Vulnerabilidade e resiliência no desenvolvimento dos indivíduos: Influência da qualidade dos contextos de socialização no desenvolvimento das crianças”. Docente na Escola Superior de Educação, Politécnico do Porto, na área de Psicologia, lecionando disciplinas na área da Psicologia do Desenvolvimento e da Educação.

 

 

 

 

 

 

 

Manuela Sanches-Ferreira

Doutorada em Psicologia pela Universidade do Porto, professora na ESE/IPP, na área de Educação Especial e Inclusão. Leciona disciplinas sobre avaliação e intervenção em contextos inclusivos, incapacidade intelectual, formação de professores e educação especial e inclusão. Os interesses profissionais centram-se na habilitação dos contextos por forma a facilitar o processo de ensino-aprendizagem de todos os alunos.

 

 

 

 

 

 

 

Miguel Santos

É professor na ESE/IPP, na área de Educação Especial e Inclusão. Tem doutoramento em Psicologia da Educação pela Universidade do Minho. Tem lecionado disciplinas sobre desenvolvimento humano típico e atípico e educação especial e inclusão. Os seus interesses profissionais centram-se na promoção da participação na vida em sociedade de todas as pessoas, independentemente das suas características, ao longo do seu ciclo de vida.

 

 

 

 

 

 

 

Sílvia Barros

É professora na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto, na área de Psicologia. Tem doutoramento em Psicologia pela Universidade do Porto. Os seus principais interesses de investigação incluem: qualidade dos contextos de educação e cuidados, interações adulto-criança, envolvimento das crianças, formação de profissionais de educação de infância.