O pequeno e o grande grupo, a exploração livre e os momentos estimulantes em creche: Um jogo de equilíbrios

O pequeno e o grande grupo, a exploração livre e os momentos estimulantes em creche: Um jogo de equilíbrios

Durante o jogo livre, a educadora junta-se a um pequeno grupo de crianças que brinca com blocos e miniaturas de animais. A educadora ouve as ideias das crianças, questiona, adiciona informação e faz ligações com experiências prévias noutros contextos. Educadora e crianças apreciam a companhia uns dos outros. Os/as educadores/as planificam e organizam a rotina… Continuar a ler

Brincar com peças soltas e práticas adequadas ao desenvolvimento

Brincar com peças soltas e práticas adequadas ao desenvolvimento

Autora: Hilde Stroobants (UCLL, Bélgica). Mensagem original disponível em EarlyYearsBlog.eu  Possivelmente já encontrou, nas redes sociais, imagens maravilhosas de construções complexas e mandalas equilibradas, elaboradas com bonitas peças soltas. As peças soltas estão a tornar-se elementos populares nos contextos de primeira infância por várias razões. Uma delas: por proporcionarem práticas adequadas ao desenvolvimento. O que são… Continuar a ler

Inspiração nórdica: Valores, princípios e práticas

Inspiração nórdica: Valores, princípios e práticas

“O segredo dos nórdicos”. “O ensino que já é modelo no mundo”. Se pesquisarmos, na internet, sobre educação de infância nos países nórdicos, rapidamente encontramos informação sobre os jardins de infância na floresta, na Noruega ou na Dinamarca, assim como informação sobre a importância dada ao brincar na Finlândia, ou sobre a excelência do sistema escandinavo.… Continuar a ler

A importância do brincar para a aprendizagem e o desenvolvimento na infância

A importância do brincar para a aprendizagem e o desenvolvimento na infância

Ainda gosta de andar de baloiço? Brincar é uma atividade livremente escolhida, intrinsecamente motivada e individualmente dirigida pela criança. O único objetivo da brincadeira é brincar, divertir-se, envolver-se com objetos, com pessoas, com ações, com ideias e ocorre num “espaço” distinto da realidade [1]. Através da brincadeira, as crianças exploram, criam e recriam um mundo… Continuar a ler

Lá fora também se brinca… como promover a brincadeira no exterior em creche e jardim de infância

Lá fora também se brinca… como promover a brincadeira no exterior em creche e jardim de infância

Nesta mensagem irei escrever sobre a importância de as crianças pequenas brincarem no exterior, com o objetivo de reforçar as suas potencialidades e de refletir com os/as leitores/as sobre como utilizar este contexto. Os espaços e o tempo de brincadeira mudaram significativamente na última parte do século XX e no início do século XXI [1,2].… Continuar a ler

Como promover o envolvimento nas brincadeiras em creche e jardim de infância?

Como promover o envolvimento nas brincadeiras em creche e jardim de infância?

Autora: Liesl Veulemans, UCLL, Bélgica Mensagem original disponível em EarlyYearsBlog.eu.   É o primeiro dia de estágio da Ema numa creche. Ela observa rapidamente a sala. “Onde é que as crianças precisam de mim?” A Ema está em todo o lado e em lado nenhum da sala; ela anda – não, ela corre – de… Continuar a ler

Queres brincar comigo? As interações entre pares com e sem incapacidade no jardim-de-infância

Queres brincar comigo? As interações entre pares com e sem incapacidade no jardim-de-infância

Frequentemente, os/as educadores/as ao apresentarem ou descreverem os comportamentos de algumas crianças com necessidades adicionais de suporte, referem: gosta de brincar sozinho/a, isola-se, gosta de passear pela sala e observar o que os/as colegas estão a fazer, vê-se que gosta de estar na sala, os/as colegas gostam muito dele/a, é muito bem aceite. Este texto… Continuar a ler

De que forma pode um/a educador/a potenciar a brincadeira entre pares?

De que forma pode um/a educador/a potenciar a brincadeira entre pares?

O brincar de crianças pequenas tem sido alvo do interesse de investigadores/as de várias áreas do saber [1,2]. O que é brincar e como é que este aparece associado ao desenvolvimento de competências – por exemplo, sociais e emocionais – e ao bem-estar geral de crianças pequenas são questões que ocupam os/as profissionais/as e investigadores/as.… Continuar a ler