Redescobrir o espaço exterior durante a pandemia Covid-19

Redescobrir o espaço exterior durante a pandemia Covid-19

O jardim de infância deve constituir-se como um espaço de conforto que transmita segurança, que se afirme como lugar de pertença e de experienciação e que garanta o desenvolvimento e a aprendizagem da crianças. Um espaço que privilegie a relação das crianças com o exterior e com a natureza [1].  No contexto atual, a importância dos espaços exteriores nas experiências das crianças é ainda mais… Continuar a ler

Educação Ambiental nos jardins de infância? Sim, urgentemente!

Educação Ambiental nos jardins de infância? Sim, urgentemente!

Na Conferência das Nações Unidas sobre o Homem e o Meio Ambiente, realizada em Estocolmo, em 1972, começou a perceber-se que o rápido crescimento da economia e da população mundial ameaçava colidir com os recursos finitos e com os ecossistemas frágeis da Terra. Um desenvolvimento sustentável é, assim, o desafio central do nosso tempo [2].… Continuar a ler

Que temperamento este! Ao encontro de cada criança

Que temperamento este! Ao encontro de cada criança

Algumas crianças mostram um maior conforto perante novas situações e partem logo para a ação, enquanto outras são mais cautelosas e precisam de mais tempo e de suporte dos adultos para se sentirem seguras… Outras crianças conseguem lidar bem com muita estimulação sensorial, outras têm pouca tolerância ao barulho e atividade ao seu redor. Todas… Continuar a ler

“Pára, respira fundo, acalma-te e pensa”: Estratégias para regular as emoções

“Pára, respira fundo, acalma-te e pensa”: Estratégias para regular as emoções

“Esta semana sinto-me esgotada! À mínima situação de conflito, algumas crianças da minha sala choram, gritam, batem… As suas emoções impedem-nas de resolver os seus problemas. O que posso fazer mais?” Retomamos uma mensagem anterior sobre a importância das emoções serem reguladas, procurando explorar algumas estratégias que o/a educador/a pode utilizar para ajudar as crianças… Continuar a ler

Serão as emoções adaptativas? Sim, mas precisam de ser reguladas!

Serão as emoções adaptativas? Sim, mas precisam de ser reguladas!

A promoção de competências emocionais nas crianças tem vindo a ser cada vez mais valorizada [1]. Aos dois anos a criança parece ser já capaz de nomear emoções, aos três começa a falar das experiências emocionais dos outros e aos quatro é capaz de perceber que as reações emocionais podem variar de pessoa para pessoa… Continuar a ler

Crescer com os outros é desafiante! A importância das competências sociais e emocionais

Crescer com os outros é desafiante! A importância das competências sociais e emocionais

              Crescer com os outros é desafiante! Fazer amigos. Partilhar. Expressar emoções. Cuidar de alguém que foi magoado. Esperar pacientemente. Apreciar a companhia de outros. Lidar com sucesso com os desafios diários. Estes e outros aspetos revelam um desenvolvimento social e emocional positivo. Num mundo diverso e em incrível… Continuar a ler